• Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio

visita ministra justicaA Ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, acompanhada pela Secretária de Estado Adjunta e da Justiça, Helena Ribeiro, visitou no passado dia 7 de junho Mondim de Basto, num ato simbólico que pretendeu assinalar a reabertura do tribunal local.


Recebida no Salão Nobre dos Paços do Concelho e perante uma plateia de ilustres representantes do Município, Francisca Van Dunem, realçou o espírito persistente do Presidente da Câmara, Humberto Cerqueira, que se debateu com o problema do encerramento do tribunal de Mondim de Basto e se mobilizou para devolver a justiça à população do concelho que representa. Na sua intervenção anunciou o fim das “secções de proximidade”, devolvendo aos concelhos a designação de tribunal.


O autarca mondinense agradeceu a disponibilidade da Ministra da Justiça para se deslocar a Mondim de Basto para, pessoalmente, confirmar o regresso dos atos judiciais ao Tribunal de Mondim de Basto e anunciar duas alterações neste ajustamento ao mapa judiciário que avaliou como positivas: a alteração da nomenclatura, abolindo a designação “secção de proximidade” e repondo a designação de tribunal. Para o Presidente da Câmara trata-se de um ato simbólico, mas repõe a representação do estado no município, enquanto órgão de soberania que aplica a justiça. Outro aspeto positivo referido pelo Presidente da Câmara é a obrigatoriedade de deslocação dos juízes.


Na sua intervenção o Presidente da Câmara referiu que “a distância de Mondim de Basto â comarca de Vila Real, com competência em família e menores, é superior a trinta quilómetros, num percurso que demora mais de trinta minutos a percorrer, com as dificuldades conhecidas” e adiantou que “esta questão deve ser observada durante a discussão da lei na Assembleia da República”.


Humberto Cerqueira falou ainda das condições físicas do tribunal, explicando que “no edifício do tribunal, propriedade do município, e cedido ao Ministério da Justiça em 1981, funciona além do tribunal, o serviço de registo e notariado. Este edifício contíguo à Câmara Municipal, necessita de uma intervenção urgente que melhore as condições de trabalho dos funcionários e de atendimento aos utentes. A melhoria do aspeto exterior deste edifício seria um excelente contributo para a requalificação do espaço urbano envolvente. Manifestamos a nossa disponibilidade para repartir o custo desta intervenção”.


Na visita que se seguiu às instalações do Tribunal de Mondim, a Ministra da Justiça contactou com os funcionários daquele serviço, tendo verificado a necessidade de uma intervenção no edifício.

 

DEST SERVICOS ONLINE

DEST SIG

DEST PDM 2 REVISAO

DEST ORCAMENTO PARTICIPATIVO

 

Agenda

DEST MAIS EVENTOS

Destaques

DEST CORONAVIRUS

DEST ASE LIVROS FICHAS

DEST LIVRO DOMINGOS OLIVEIRA

separador

DEST ALTERACAO SIMPLIFICADA PDM

separador

DEST PLANO DEFESA FLORESTA INCENDIOS

separador

DEST PROGRAMA VOLTAR

separador

DEST VESPA ASIATICA

separador

DEST PERIODO CRITICO

DEST CAMPANHA CONTRA INCENDIOS

separador

DEST APOIO ARRENDAMENTO URBANO

DEST CDM MEXA SE

DEST PART REDUCAO TARIFARIA

DEST HORARIOS TRANSDEV

 separador

DEST DIA DEFESA NACIONAL

separador

DEST CAMPANHA SENSIBILIZACAO

 separador

dest fatura eletronica agua

separador

DEST ARU
 separador

DEST PROJETOS COFINANCIADOS

separador

DEST ATAS REUNIOES CAMARA ASSEMBLEIA

DEST EDITAIS CONVOCATORIAS CAMARA ASSEMBLEIA

DEST ECONONIA EMPREGO

DEST 120ANOS RESTAURACAO CONCELHO