• Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio

ainfo 171204 orcamentoA Câmara Municipal aprovou por maioria, na última reunião ordinária, realizada a 28 de novembro, as Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2018, que submeteu à Assembleia Municipal para aprovação final.
Um orçamento que totaliza 11 258 457,22€, sendo 6 206 840,21€ destinados a fazer face às despesas correntes e de funcionamento dos serviços e os restantes 5 051 617,01€ serão canalizados para as despesas de capital. O empréstimo de saneamento financeiro continua a ter um peso preponderante no serviço da dívida, gastando anualmente 1.7 milhões de euros em juros e amortizações.
Recorde-se que o valor da dívida no último trimestre de 2017 é de 8 milhões de euros e em 2010 era de 19,7 milhões de euros.

Em 2017, o orçamento da autarquia foi de 8,2 milhões de euros. Para 2018 o orçamento é superior, rondando os 11,3 milhões de euros e prevê mais investimento, aproveitando os fundos comunitários do Portugal 2020.

Uma boa parte do orçamento corrente destina-se a fazer face aos vários programas de cariz social que o município implementa anualmente no concelho e que estão ligados ao apoio à criança, às famílias vulneráveis, ao transporte de doentes, mas também na Educação, com o transporte escolar, o serviço de refeições, a componente de apoio à família, a Escola de Música. E o apoio direto ao associativismo desportivo, cultural e recreativo para o desenvolvimento dos seus planos de atividades.

O Orçamento para 2018 está muito marcado por projetos financiados por fundos comunitários, como é o caso da Requalificação da Escola EB 2,3/S, da Casa da Cultura, da Rede Periurbana de Passeios, da Eficiência Energética do Prédio de Habitação Social e também o aumento da eficiência energética da Rede de Iluminação Pública.

Além destes projetos de investimento, existem outros de natureza corrente destinados a promover os setores da educação, da cultura e o tecido económico local, em parceria com outras entidades do concelho. Exemplo disto é o projeto Mondim Coopera que inclui várias ações destinadas a empreendedores dos setores económicos locais e a realização da primeira Bienal do Granito que pretende promover e valorizar o Granito Amarelo de Mondim de Basto.

Relativamente ao IMI, a decisão da autarquia é no sentido de manter a taxa mais baixa, de 0,3%, de forma a não onerar o rendimento disponível das famílias do concelho.

O nível de execução da receita verificado nos últimos anos têm mostrado que os orçamentos do Município são elaborados com uma base de elevado rigor e transparência e este orçamento não será exceção. Apesar da dimensão deste orçamento nos remeter para um cenário de maior otimismo e uma nova esperança, contudo as necessidades continuam a superar os recursos disponíveis, motivo pelo qual a gestão municipal deverá continuar a alicerçar-se em mecanismos de rigor e elevada eficiência.

DEST BALCAO UNICO

DEST SIG

DEST ORCAMENTO PARTICIPATIVO

Agenda

DEST MAIS EVENTOS

DEST 120ANOS RESTAURACAO CONCELHO

Destaques

 DEST VISTIS 2018 19

DEST PERIODO CRITICOseparador

DEST HASTA PUBLICA

separador

dest fatura eletronica agua

separador

DEST ARU
 separador

DEST ASSOCIATIVISMO 2018

separador

DEST TRAIL POINT

separador

DEST PDR2020

DEST NORTE2020

separador

DEST ATAS REUNIOES

DEST ECONONIA EMPREGO

MONDIM APP

Mondim de Basto App disponibiliza ao visitante toda a informação sobre o município de Mondim de Basto.

Descarregue e desfrute!

MONDIM APP ADROID  MONDIM APP ITUNES