• Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio

maronesa-500px

Dos montes vem a rusticidade e a autenticidade dos produtos naturais: carne maronesa e cabrito, mas também a doçura, a riqueza e o valor nutricional do Mel de urze.

É na riqueza do nosso património natural que a gastronomia de Mondim de Basto vai buscar os seus principais valores.
Nos lameiros verdejantes das freguesias de montanha, “nasce” a carne bovina maronesa, produto com características sensoriais e nutritivas de elevada qualidade.
A suculência, o aroma e o “flavor” característico desta carne, evidencia-se na tradicional Posta Maronesa, um dos principais valores gastronómicos do concelho.
Uma carne histórica, de montanha, rústica na formação, mas delicada, tenra e suculenta no prato, de deixar saudades a quem a experimenta.

Dos prados naturais de altitude e da vegetação espontânea dos montes, vem a carne do Cabrito das terras altas do Minho, também tradicional produto gastronómico do concelho, igualmente reconhecido como raça autóctone e que encontra no tradicional cabrito assado com arroz de forno o seu principal reconhecimento.


Da tradição, sem a mesma singularidade mas de sabor autêntico e natural, constam também da ementa da terra, as couves com feijão, o arroz de cabidela de frango “ pica no chão” e os fumeiros, entre outros.

Mais raros, mas ainda com alguma representação culinária, constam também os pratos de caça, com javali e coelho bravo, principalmente.
Das águas frescas, límpidas e oxigenadas dos nossos rios de montanha, saem as trutas “da pinta vermelha”- salmo fario, de sabor natural ancestral.

Num território de montanha e planaltos, mas também de vales e várzeas, os produtos gastronómicos de principal valor reflectem essa realidade. Os milhos regionais produzidos, quando confeccionados, tornam-se num produto gastronómico interessante, podendo ser pobres ou ricos, em função das carnes que os acompanham. Tratam-se dos Milhos ricos e pobres, prato excepcional.

Se da altitude vêm as carnes das raças autóctones, das meias encostas do vale do Tâmega vêm os Vinhos Verdes de Mondim, brancos e tintos, qual “bênção divina”, capazes de dar alma ao corpo da gastronomia da nossa terra.

Com Pão de Ló húmido, se adoça quem nos visita.

DEST SERVICOS ONLINE

DEST SIG

DEST PDM 2 REVISAO

DEST ORCAMENTO PARTICIPATIVO

 

Agenda

DEST MAIS EVENTOS

Destaques

DEST CORONAVIRUS

 

DEST FEIRA ANO

 

DEST FORMACAO

 

DEST CDM 2021

separador

DEST ALTERACAO SIMPLIFICADA PDM

separador

DEST PLANO DEFESA FLORESTA INCENDIOS

separador

DEST PROGRAMA VOLTAR

separador

DEST VESPA ASIATICA

separador

DEST CAMPANHA CONTRA INCENDIOS

separador

DEST APOIO ARRENDAMENTO URBANO

DEST PART REDUCAO TARIFARIA

DEST HORARIOS TRANSDEV

 separador

DEST DIA DEFESA NACIONAL

separador

DEST CAMPANHA SENSIBILIZACAO

 separador

dest fatura eletronica agua

separador

DEST ARU
 separador

DEST PROJETOS COFINANCIADOS

separador

DEST ATAS REUNIOES CAMARA ASSEMBLEIA

DEST EDITAIS CONVOCATORIAS CAMARA ASSEMBLEIA

DEST ECONONIA EMPREGO

DEST 120ANOS RESTAURACAO CONCELHO