• Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio
  • Cabeçalho Inicio


postal_monte

A Senhora da Graça é, acima de tudo, um local sagrado de grande relevância para toda a Região. A fé e o culto da Senhora transformam este prodigioso altar no centro do mundo de todos aqueles que têm a felicidade de a contemplar, de perto ou a quilómetros de distância.
Há referências históricas à veneração de vários santos neste Monte e à existência de outros templos que entretanto desapareceram. Era famosa a romaria a Santo Apolinário no dia 23 de Julho e as capelas de São Veríssimo e de Santo Aleixo tiveram culto neste local extraordinário.
Santiago é outra das referências, estando o seu culto profundamente difundido na região e chamando milhares de pessoas na romaria anual em sua honra.

Realizações Religiosas oficiais

A devoção a Nossa Senhora da Graça atrai ao santuário milhares de peregrinos todos os anos, principalmente nas suas três festas oficias:
> A Ascensão, no último domingo de Maio, coincidindo com o encerramento do mês de Maria e ultimamente enriquecida com a Peregrinação das paroquias do Arcispretado do Baixo-Tâmega;
> A secular romaria de Santiago, que se perde na memória dos tempos, a 25 de Julho; (Já referenciada por volta de 1500)
> A grande Peregrinação Anual do 1.º domingo de Setembro, presidida pelo bispo de Vila Real.

peregrinacao1 peregrinacao2

São todas celebrações de carácter religioso, embora a romaria de Santiago, que se festeja desde tempos remotos, assumisse desde sempre um carácter de romaria popular.
A festa da Ascensão foi sempre a mais modesta e piedosa. A primeira Peregrinação realizou-se no ano de 1945 no segundo domingo de Setembro, com a intenção de agradecer à Santíssima Virgem a Paz no mundo, depois de 6 longos anos de Guerra Mundial (1939-1945).
Era então pároco de Mondim de Basto o Reverendo P. José Manuel Lopes de Azevedo, que aprovou a feliz iniciativa da Juventude Agrária Católica (JAC) do concelho de Mondim de Basto liderada pelo senhor Manuel da Cunha Alegre.

Cenário permanente de grandes comemorações: Ano Santo, Jubileu, Cinquentenário das Aparições, Cinquentenário das peregrinações, comemoração dos 2000 anos de Nossa Senhora, Recepção à Virgem Peregrina, etc. Palco eleito de casamentos, baptizados e celebrações particulares; chegada e partida obrigatória dos emigrantes (pagamento de promessas) como o foi dos militares da Guerra do Ultramar e de quantos partiram para terras do Brasil.

História das imagens de Nossa Senhora da Graçaimagem_altar

A imagem de Nossa Senhora da Graça que hoje podemos observar no altar central, já não é a imagem primitiva que durante séculos atraiu multidões. Há cerca de 60 anos a esta parte que foi substituída por uma outra, de características contemporâneas, que tem o pormenor raro de Maria ter o Menino Jesus do seu lado direito.
Durante muitos anos, a imagem antiga, a milagrosa, aparecia nos dias de festa, na Casa das Estampas, dentro de uma redoma de vidro, para que todos a pudessem ver e venerar. Mais tarde foi guardada de modo a não se danificar.

Nossa senhora da Graça
Tem uma redoma de vidro
Que lhe deu um marinheiro
Que se viu no mar perdido


imagem_antigaÉ uma imagem pequena, provavelmente do Séc. XVI, cinzelada em pedra de Ançã e era recoberta, originariamente, por uma patine medieval. Curiosamente, constam das muitas ofertas feitas à Nossa Senhora da Graça, alguns mantos de tecido bordados a ouro, muito antigos, pequeninos, feitos à medida da imagem, que o Santuário ainda hoje conserva.

Nossa Senhora da Graça
Senhora tão pequenina
Comadre da minha mãe
Senhora minha madrinha


De acordo com alguns historiadores, a imagem teria sido trazida por combatentes ingleses da época das cruzadas, aquando da conquista de Lisboa aos mouros no ano de 1147.
Foi restaurada há sensivelmente 50 anos.

imagem_actualA terceira imagem de Nossa Senhora da Graça é uma imagem lindíssima, obra do Tadim, que terá sido adquirida pelo Santuário há uns 60 anos. É a que nos habituámos a ver nos andores, nos dias de festa.


Alguns cânticos litúrgicos que normalmente se cantam nas celebrações da Senhora da Graça.

Hino de Nossa Senhora da Graça
(Música de M. Faria)
Coro

Nossa Senhora da Graça
É mãe de imenso poder
Quer na vida quer na morte
Quer na vida quer na morte
Sempre nos vem socorrer.


Súplica de Adeus à Senhora da Graça
(Música do hino referido, com outra letra)
Coro

Nossa Senhora da Graça
Senhora dos altos céus
Na esperança de voltarmos
Virgem mãe, adeus, adeus.


DEST SERVICOS ONLINE

DEST SIG

DEST PDM 2 REVISAO

DEST ORCAMENTO PARTICIPATIVO

 dest bupi

Agenda

DEST MAIS EVENTOS

Destaques

DEST CORONAVIRUSseparador

       DEST CAF NATAL

 

DEST FORMACAO

 

DEST CDM 2021

separador

DEST ALTERACAO SIMPLIFICADA PDM

separador

DEST PLANO DEFESA FLORESTA INCENDIOS

separador

DEST PROGRAMA VOLTAR

separador

DEST VESPA ASIATICA

separador

DEST CAMPANHA CONTRA INCENDIOS

separador

DEST APOIO ARRENDAMENTO URBANO

DEST PART REDUCAO TARIFARIA

DEST HORARIOS TRANSDEV

 separador

DEST DIA DEFESA NACIONAL

separador

DEST CAMPANHA SENSIBILIZACAO

 separador

dest fatura eletronica agua

separador

DEST ARU
 separador

DEST PROJETOS COFINANCIADOS

separador

DEST ATAS REUNIOES CAMARA ASSEMBLEIA

DEST EDITAIS CONVOCATORIAS CAMARA ASSEMBLEIA

DEST ECONONIA EMPREGO

DEST 120ANOS RESTAURACAO CONCELHO